Buscar
0

Livros


Filtros

Filtros

Avise-me quando chegar

ARJAN MARTINS
Paulo Miyada
Cobogo

0 avaliações

O livro Arjan Martins apresenta um extenso panorama da trajetória deste pintor carioca. Em sua obra, o artista diáloga com a tradição moderna da pintura ocidental, incorporando um repertório visual e uma narrativa afro-brasileiros. Os rostos de suas figuras negras são muitas vezes borrados de tinta e de pinceladas aflitas e elegantes. Ao mesmo tempo em que remetem a uma identidade rasurada, traduzem esta negação da imagem/identidade com gestos que multiplicam as direções expressivas contidas na forma. As imagens de imigrantes e descendentes africanos são parte fundamental do repertório do artista, mostrando-os em ações cotidianas, e as quais trazem questões eminentes a serem discutidas: herança colonial, identidade étnica, negritude, segregação, invisibilidade. Seus trabalhos percorrem também cartografias, que chegam como elementos significativos do período histórico das navegações. A obra de Arjan Martins já foi apresentada em várias das instituições mais importantes do Brasil, além de ter sido exposta em importantes bienais pelo mundo, como a Bienal de Dakar e a Bienal do Mercosul.“Nem raiz nem rizoma, a linguagem de Arjan Martins é travessia e oceano.” – Paulo MiyadaA publicação apresenta mais de 100 obras do artista, além de um ensaio do organizador do livro, Paulo Miyada, hoje curador do Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, outro do crítico e historiador de arte Michael Asbury, e ainda uma entrevista feita com o Arjan Martins pela historiadora Raquel Barreto.

  • Seção
    Ensaios/Humanidades
  • Ano de edição
    2021
  • Páginas
    184
  • Encadernação
    ENCADERNADO
  • ISBN
    9786556910185
  • Peso
    1050 gr
  • Formato
    22.1 × 28.8 × 2 cm
  • Palavras-chave
    Arte Brasileira, Artes Plásticas, Crítica de Arte

Descrição

O livro Arjan Martins apresenta um extenso panorama da trajetória deste pintor carioca. Em sua obra, o artista diáloga com a tradição moderna da pintura ocidental, incorporando um repertório visual e uma narrativa afro-brasileiros. Os rostos de suas figuras negras são muitas vezes borrados de tinta e de pinceladas aflitas e elegantes. Ao mesmo tempo em que remetem a uma identidade rasurada, traduzem esta negação da imagem/identidade com gestos que multiplicam as direções expressivas contidas na forma. As imagens de imigrantes e descendentes africanos são parte fundamental do repertório do artista, mostrando-os em ações cotidianas, e as quais trazem questões eminentes a serem discutidas: herança colonial, identidade étnica, negritude, segregação, invisibilidade. Seus trabalhos percorrem também cartografias, que chegam como elementos significativos do período histórico das navegações. A obra de Arjan Martins já foi apresentada em várias das instituições mais importantes do Brasil, além de ter sido exposta em importantes bienais pelo mundo, como a Bienal de Dakar e a Bienal do Mercosul.“Nem raiz nem rizoma, a linguagem de Arjan Martins é travessia e oceano.” – Paulo MiyadaA publicação apresenta mais de 100 obras do artista, além de um ensaio do organizador do livro, Paulo Miyada, hoje curador do Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, outro do crítico e historiador de arte Michael Asbury, e ainda uma entrevista feita com o Arjan Martins pela historiadora Raquel Barreto.

Informação adicional

Peso 1.05 kg
Dimensões 2 × 22.1 × 28.8 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “ARJAN MARTINS”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros livros de Paulo Miyada