Buscar
0

Livros


Filtros

Filtros

Avise-me quando chegar

NÃO SE ASSUSTE, PESSOA! AS PERSONAS POLÍTICAS DE GAL COSTA E ELIS REGINA NA DITADURA MILITAR
Renato Contente
Letra e Voz

0 avaliações

Em um contexto político sufocante, Gal Costa e Elis Regina tomaram as rédeas da resistência contra a ditadura militar no campo musical brasileiro. Não se tratou necessariamente de militância formal ou direta, mas da construção de narrativas – em álbuns, performances, espetáculos e entrevistas – cujos efeitos eram um misto de denúncia, relato do momento histórico e a expressão de subjetividades daqueles que vivenciavam o regime antidemocrático. A partir de uma série de disputas simbólicas, ambas assumiram o papel de porta-estandarte da resistência em momentos distintos: Gal entre o final dos anos 1960 e início dos anos 1970, e Elis da segunda metade da década de 1970 até pouco antes de sua morte precoce, em 1982. Este livro se propõe a investigar o processo de transferência simbólica desse papel de destaque na música popular brasileira de uma cantora para a outra, bem como os efeitos gerados nas carreiras de ambas a partir de determinadas escolhas e a (des)construção pública de suas personas políticas ao longo da ditadura militar.

  • Páginas
    144
  • Encadernação
    BROCHURA
  • ISBN
    9786586903096
  • Peso
    230 gr
  • Formato
    14 × 21 × 1.2 cm

Descrição

Em um contexto político sufocante, Gal Costa e Elis Regina tomaram as rédeas da resistência contra a ditadura militar no campo musical brasileiro. Não se tratou necessariamente de militância formal ou direta, mas da construção de narrativas – em álbuns, performances, espetáculos e entrevistas – cujos efeitos eram um misto de denúncia, relato do momento histórico e a expressão de subjetividades daqueles que vivenciavam o regime antidemocrático. A partir de uma série de disputas simbólicas, ambas assumiram o papel de porta-estandarte da resistência em momentos distintos: Gal entre o final dos anos 1960 e início dos anos 1970, e Elis da segunda metade da década de 1970 até pouco antes de sua morte precoce, em 1982. Este livro se propõe a investigar o processo de transferência simbólica desse papel de destaque na música popular brasileira de uma cantora para a outra, bem como os efeitos gerados nas carreiras de ambas a partir de determinadas escolhas e a (des)construção pública de suas personas políticas ao longo da ditadura militar.

Informação adicional

Peso 0.23 kg
Dimensões 1.2 × 14 × 21 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “NÃO SE ASSUSTE, PESSOA! AS PERSONAS POLÍTICAS DE GAL COSTA E ELIS REGINA NA DITADURA MILITAR”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *