Buscar
0

Colômbia


Depois de um ano que marcou o planeta porque deixou as cidades vazias, interrompeu o fluxo de gente e deixou as pessoas em casa, criamos a Volta ao Mundo com a Megafauna – uma seleção de livros para que você possa, sem precisar sair de casa, viajar por aí. Uma lista por país, cidade ou mesmo planeta. A proposta é oferecer uma seleção de livros que falem daquele destino e que nos deixem ir, em segurança, bem longe.

Rússia Ver lista

“Ontem eu sonhei que estava em Moscou/ dançando pagode russo na boate Cossacou”, cantava Luiz Gonzaga em meados dos anos 1940, justamente quando a Rússia bombava por aqui. Nesse período, livros e mais livros russos eram traduzidos, e a Rússia – a essa altura, já parte da União Soviética – era a tal. Mas a verdade é que o país habitava o imaginário brasileiro muito antes disso. Desde as últimas décadas do século XIX, os romances russos faziam enorme sucesso por aqui, um tanto porque os franceses tinham se tornado fãs dos eslavos – e tudo que vinha da França nessa época ecoava por aqui.

Tudo é superlativo na Rússia: maior país do mundo em extensão longitudinal (começa no leste europeu e chega ao norte da Ásia), a Rússia tem 11 fusos horários diferentes. O maior rio da Europa (o Volga) e o maior lago (o Ladoga) também são de lá. As duas maiores cidades (Moscou e São Petersburgo) estão localizadas na sua parte ocidental e é lá que vive a maior parte da população do país, assim como é esse o cenário de boa parte das histórias mais célebres da literatura russa. Anna Karênina, por exemplo, passa a trama se deslocando entre Moscou e São Petersburgo.

Mas, como a literatura russa é tão vasta e diversa quanto o país, foi da Sibéria e do extremo oriente da ilha de Sacalina que Dostoiévski e Tchékhov, respectivamente e cada um à sua maneira, contaram os horrores do sistema prisional russo. É também com um olho para aquilo que nem as noites brancas permitiam ver que, muitos anos depois, Svetlana Aleksiévitch recuperaria o testemunho das mulheres que lutaram no Exército Vermelho em seu A guerra não tem rosto de mulher.

Entre esses dramas, houve a revolução de 1917, que mudou tudo e reorientou as artes. A literatura do período soviético e pós-soviético (o regime ruiu em 1991, com a dissolução da URSS) é, em tudo, muito diferente da produzida no tempo czarista. E isso você vai poder conferir na seleção que fizemos, que vai dos clássicos aos contemporâneos, mas que é como uma matrioska (a famosa bonequinha russa): você abre e vem mais, e mais.

CRIME E CASTIGO
R$82,90
Comprar

Crime e castigo

Clássico é clássico. Não é à toa que a mais célebre obra de Dostoiévski (1821-1881) segue conquistando novos leitores mais de 150 anos após sua publicação. Um dos maiores romancistas de todos os tempos, o russo apresenta neste livro a história de Raskólnikov, rapaz esmagado pela pobreza e que pensa estar destinado a um grande futuro. Orgulhoso e sem escrúpulos, ele comete um crime hediondo. 

Por que tanto fuzuê? Entre muitos motivos, pelo talento de Dostoiévski para construir a subjetividade do protagonista — a obra se tornou um marco da análise psicológica — e pelo retrato de uma São Petersburgo povoada por personagens em condições degradantes.

R$82,90
Comprar
O NARIZ
R$49,90

Fora de estoque

O Nariz

Alguém viu um nariz por aí? Um homem abastado é surpreendido ao acordar sem seu nariz que, mal sabe ele, está do outro lado de São Petersburgo, na mesa de café do seu barbeiro. Os dois se desesperam: um para se livrar da visita indesejada e outro para encontrar a parte que lhe falta. 

Considerado um dos fundadores da literatura moderna russa, Gógol (1809-1852) apresenta neste conto de 1836 alguns elementos marcantes de sua escrita, como o humor, a sátira política e a crítica à burocracia.

R$49,90

Fora de estoque
9788574060750
R$44,90
Comprar

De quanta terra precisa o homem?

Obcecado pelo desejo de obter mais terras, um camponês aceita o desafio proposto pelo chefe de uma aldeia. Se percorrer a pé toda a terra que almeja em um dia e voltar ao ponto de partida antes do pôr do sol, ele vence. Se não conseguir retornar antes do prazo, perde tudo. 

É o conto mais conhecido de Tolstói (1828-1910)? Não, mas merece sua atenção. Dentro de uma extensa obra, esse livro voltado para o público infantil se destaca por retratar a realidade dos camponeses russos do século XIX, missão que conta nesta edição com a ajuda das aquarelas de Cárcamo.

R$44,90
Comprar
9786586064469
R$49,90
Comprar

Nós

Conhecida como a distopia original, Nós (1924) inspirou outros grandes clássicos do gênero, como 1984 (1949), de George Orwell. A trama gira em torno de D-503, um engenheiro que, seguindo as ordens do grandioso Estado Único, vive feliz até o dia em que conhece I-303, uma misteriosa mulher que o “contamina” com o amor, o sonho e a imaginação. A partir desse encontro, ele começa a pôr em xeque suas convicções. 

Zamiátin (1884-1937) sofreu perseguição política boa parte de sua vida e foi preso em diferentes ocasiões. “Se eu for verdadeiramente um criminoso que merece punição, não creio que mereça uma punição tão grave quanto a morte literária”, afirmou em carta a Stálin.

R$49,90
Comprar
9786555250831
R$59,00

Fora de estoque

Meninas

As protagonistas desses contos têm entre 9 e 11 anos, mas, atenção, esse não é um livro para crianças. As narrativas são ambientadas em Moscou em período próximo à morte de Stálin, em 1953, época da infância de Ulítskaia.

Conhecida como uma das mais relevantes vozes da Rússia contemporânea na defesa dos direitos civis, a renomada escritora explora com sensibilidade o mundo interior e as relações das pré-adolescentes, construindo um painel complexo da vida na União Soviética.

R$59,00

Fora de estoque
ARQUIPÉLAGO GULAG
R$139,90
Comprar

Arquipélago Gulag

Escrita clandestinamente a partir dos depoimentos de 227 sobreviventes dos campos de trabalho forçado da União Soviética e de sua prȯpria experiência como prisioneiro, a obra-prima de Soljenítsyn (1918-2008) é um marco da literatura de testemunho. O vencedor do Nobel de 1970 apresenta, a um só tempo, um relato memorialístico detalhista, uma história dos subterrâneos da Revolução Russa e um ambicioso ensaio político-filosófico. 

Publicado na França em 1973, o livro logo começou a ser lido em rádios europeias e traduzido para diversas línguas. Como resultado, o escritor foi preso por “alta traição” e obrigado a deixar a URSS.

R$139,90
Comprar
LAIKA
R$67,00
Comprar

Laika

Parece ficção, mas não é! Ou melhor, é e não é. Em 1957, em plena Guerra Fria, a União Soviética enviou para o espaço, como parte da comemoração dos 40 anos da Revolução Comunista, o primeiro ser vivo: a vira-latinha Laika. Misturando realidade e ficção, esta HQ roteirizada e ilustrada pelo quadrinista britânico recupera a história que envolveu não apenas uma corrida espacial, mas também laços e afetos.

R$67,00
Comprar
ERA UMA VEZ UMA MULHER QUE TENTOU MATAR O BEBÊ DA VIZINHA
R$47,90
Comprar

Era uma vez uma mulher que tentou matar o bebê da vizinha

Tem medo do escuro? Talvez essa leitura seja um pouco forte para você, mas o que são umas poucas noites de olhos abertos? Vencedor do World Fantasy Award, o livro reúne histórias do folclore urbano, alegorias e contos de fadas assustadores que oscilam entre o cômico, o sombrio e o grotesco. 

Um pai que sonha que devora corações humanos, um morto que volta para ser devidamente enterrado e uma menina que nasce dentro de uma folha de repolho são alguns dos personagens que povoam os contos de Petruchévskaia, que teve sua obra banida da União Soviética até o final dos anos 1990, devido a sua carga política.

R$47,90
Comprar
Nova York Ver lista

Seria exagero dizer que nosso próximo destino, Nova York, tomou o noticiário nas últimas semanas. Sim, ela esteve lá, como cenário do discurso fantasioso de Bolsonaro na ONU e como protagonista na efeméride dos 20 anos do 11 de Setembro. Mas a verdade é que ela sempre esteve lá: justamente porque está sempre nas notícias é que a cidade foi alvo do covarde e brutal atentado terrorista que em 2001 mudou o mundo, e é por isso que é em NY que a Assembleia das Nações Unidas acontece. A verdade é que, a despeito de todo e qualquer clichê, Nova York é o coração do mundo ocidental.

Cidade mais populosa e cosmopolita de um país que, apesar da importância política e econômica, nem sempre é muito cosmopolita, NY é tão conhecida que mesmo quem nunca pôs os pés nas suas ruas numeradas conhece o Harlem, a Broadway ou o Central Park. Nova York é especial porque reúne nos seus 5 distritos (além de Manhattan, Queens, Brooklyn, Bronx e Staten Island) gente e costumes os mais diversos.

Assim como em Nova York mal cabe tanta gente, aqui acabou não cabendo um tanto de livros que a gente adora: O apanhador no campo de centeio, de Salinger, Nova York, do Will Eisner, Só garotos, da Patti Smith, Terra estranha, de Baldwin, O grande Gatsby, de Fitzgerald, A herdeira, de Henry James, A trilogia de Nova York, de Paul Auster, Homem em queda, de Don DeLillo, e, nossa, poderíamos ficar aqui as cerca de 10 horas de duração de um voo de SP a NY e ainda assim não esgotaríamos os contos, poemas, HQs, romances, fotolivros, ensaios que têm a cidade como cenário ou protagonista.

Ainda que a curva da Covid tenha melhorado, o dólar segue nas alturas e a economia brasileira vai mal – e como Nova York é uma cidade que a gente pode conhecer pelos filmes, pela música ou pelos livros, escolha os seus títulos favoritos, reserve 10 horas de ida e 10 horas de volta e embarque nessa nossa viagem sem sair de casa.

ohenry_0
R$82,90
Comprar

Contos

Vielas e avenidas, hotéis luxuosos, becos escuros e praças compõem o cenário desses 19 textos com pequenos dramas e comédias da vida cotidiana. Aqui, a grande protagonista é a Nova York da primeira década do século XX, observada pelo autor em suas andanças pela cidade.

Um dos principais contistas norte-americanos, O. Henry “nasceu” na prisão. Foi durante os cinco anos de reclusão por uma fraude bancária que William Sydney Porter (1862-1910) começou a escrever, adotando o pseudônimo para publicar em jornais e revistas. Deu certo — e muito!

R$82,90
Comprar
cometa
R$39,90
Comprar

O cometa e O fim da supremacia branca

Nova York, 1920. Tudo é silêncio. Um cometa acaba de atingir a Terra, e Jim, um escriturário que no momento da colisão trabalhava nas profundezas de um banco, é o único sobrevivente. Ou assim pensa até encontrar Julia, uma jovem rica, em meio aos escombros.

Ele é um homem negro, ela uma mulher branca, o que faz deste um encontro cheio de tensões e também de novas possibilidades nascidas do colapso. Além desta breve ficção especulativa de Du Bois (1868-1963), a edição conta com um artigo de Saidiya Hartman sobre a atualidade do conto e em que situa no debate racial contemporâneo o pensamento desse escritor, editor, sociólogo, historiador e ativista.

R$39,90
Comprar
JAZZ
R$34,90
Comprar

Jazz

Harlem, 1926. Joe Trace mata com um tiro sua amante adolescente. No funeral, Violet, mulher de Joe, ataca o corpo da rival. Em seu sexto romance, Toni Morrison (1931-2019) constrói uma história de amor e obsessão em meio à conturbada realidade da população negra na primeira metade do século XX.

“O amor romântico me parecia uma das marcas dos anos vinte, e o jazz seu motor”, dizia a Nobel de Literatura. E em Jazz, a música não é apenas uma trilha no fundo. Mais do que listar referências decorativas, Morrison quis criar uma obra que refletisse a modernidade, a energia explosiva, a anarquia, o improviso e os conflitos do jazz.

R$34,90
Comprar
AFETOS FEROZES
R$66,90
Comprar

Afetos ferozes

Voláteis, rudes, ferozes. Foram necessários 30 anos para que Vivian Gornick desfizesse parte da imagem nada lisonjeira que tinha de sua mãe e de suas vizinhas, e passasse a compreendê-las.

Neste poderoso e sensível livro de memórias, ela perambula com a mãe idosa pela Manhattan da década de 1940, relembrando a conflituosa experiência de crescer em uma época em que as mulheres começavam a se tornar protagonistas de suas histórias, lutando para encontrar seu lugar e sua voz

R$66,90
Comprar
A REDOMA DE VIDRO
R$59,90
Comprar

A redoma de vidro

Único romance de Sylvia Plath (1932-1963), que o assinou sob o pseudônimo de Victoria Lucas, A redoma de vidro conta a história de uma moça de Boston que ganha um concurso e vai para Nova York fazer um estágio em uma revista de moda, com entrada assegurada nos mais glamourosos eventos da cidade.

O que para muita gente seria a realização de um sonho torna-se um pesadelo para Esther Greenwood, já que a vida na cidade desperta nela uma enorme crise que a faz questionar seu modo de vida.

R$59,90
Comprar
STELLA MANHATTAN
R$59,90
Comprar

Stella Manhattan

“A vida é bela. Life is beautiful”, diz Stella Manhattan para si mesma no início deste livro de um dos nossos maiores ficcionistas. Enxotado de casa por seus pais moralistas durante a ditadura militar brasileira, Eduardo da Costa e Silva encontra na Nova York do início dos anos 1970 espaço para dar à luz a atrevida (e subversiva!) Stella.

Sob a proteção de um coronel amigo da família, Eduardo/Stella se vê em uma história envolvendo cruzamento de fronteiras de gêneros e intrigas políticas. Publicado originalmente em 1989, este romance pioneiro antecipou temas ainda hoje no centro do debate.

R$59,90
Comprar
ANATOMIA DE UM JULGAMENTO
R$54,90
Comprar

ANATOMIA DE UM JULGAMENTO: IFIGÊNIA EM FOREST HILLS

Queens, 2009. Uma judia ortodoxa manda matar seu ex-marido após perder a guarda da filha. Tudo levava a crer que o caso real que ganhou a atenção dos EUA seria de fácil resolução, mas as aparências enganam, como mostra este livro de um dos grandes nomes do jornalismo norte-americano.

Após acompanhar e examinar com minúcia o julgamento para a New Yorker, Malcolm (1934-2021) põe em xeque o sistema judiciário norte-americano, apontando falhas nos procedimentos e fios soltos em uma disputa de narrativas em que não necessariamente vence a verdade, mas, sim, quem conta a melhor história.

R$54,90
Comprar
CEÚ NOTURNO CRIVADO DE BALAS
R$59,90
Comprar

Céu noturno crivado de balas

Na nossa despedida, Nova York fica mais ao fundo, mas nem por isso fora de foco. Vuong nasceu em Ho Chi Minh (antiga Saigon) em 1988, emigrando para os EUA com a família quando tinha apenas dois anos.

Nesta coletânea de poemas vencedora do prestigiado Prêmio T.S. Eliot em 2017, aparecem um Vietnã dilacerado pela guerra, uma Nova York ferida pela violência e pela intolerância, a experiência de ser imigrante e homossexual em uma sociedade em que seguem marginalizados.

R$59,90
Comprar
Cuba Ver lista

Essa pequena ilha caribenha a 77 km do Haiti e a 150 km dos EUA, e que ocupa corações e mentes há tantos anos, é o próximo destino da nossa série Volta ao Mundo: “De Alto Cedro voy para Marcané/ Llego a Cueto y voy para Mayarí”, cantava Compay Segundo. Sim, nós vamos pra Cuba!

Não é recente o interesse do mundo por Cuba. Desde pelo menos os anos 1950, essa singular ilha anima o imaginário brasileiro. Sim, muito antes de “vai pra Cuba!” virar moda, Caetano Veloso cantava “Mamãe eu quero ir a Cuba, quero ver a vida lá”. 

E a vida lá era vasta e estava por se fazer conhecer: desde a revolução de 1959 até Fidel Castro, o líder que se perpetuou no poder por décadas e era conhecido por seus discursos longuíssimos, passando por Che Guevara, o revolucionário carismático que virou ícone juvenil. Cuba era o país que havia erradicado a fome, investido em saúde e educação; mas também cerceado liberdades e perseguido dissidentes. O país das praias lotadas de turistas e ainda o país que, com o embargo econômico americano e com o fim da União Soviética, empobreceu drasticamente.

Se você acha que Cuba se resume a Che, Fidel, “Guantanamera”, charutos, medalhas olímpicas e a lembrança de um time de vôlei feminino que, anos atrás, infernizava o brasileiro, é hora de ir além da Sierra Maestra. Cuba é também Teresa Cárdenas, Gabriel Cabrera Infante, Leonardo Padura, além de tantos outros autores que ficaram de fora da nossa seleção, como José Martí, Alejo Carpentier e Reinaldo Arenas. É a história de um país que faz história nos livros e também nas ruas.

historia da revolucao cubana

HISTÓRIA DA REVOLUÇÃO CUBANA

Esqueça o guia de turismo! Nossa viagem começa com uma radiografia da Revolução Cubana e do que vem acontecendo na ilha desde meados dos anos 1950.  Uma das principais especialistas em América Latina nos Estados Unidos, a historiadora e ativista Aviva Chomsky — sim, filha dos linguistas Noam e Carol Chomsky — é quem nos conta toda essa história.

De maneira concisa e clara, Aviva relembra episódios essenciais da Revolução — como a ascensão de Fidel Castro –, o embargo norte-americano a Cuba e os efeitos do fim da União Soviética,  além de analisar aspectos políticos, econômicos, sociais, culturais e artísticos da vida na ilha.

A edição brasileira, publicada em 2015, conta ainda com um adendo sobre a reaproximação com os Estados Unidos ensaiada durante o governo Obama. 

corpos divinos
R$87,90
Comprar

CORPOS DIVINOS

Com sua ironia e elegância características, um dos mais reconhecidos jornalistas e escritores cubanos narra, nessa “autobiografia velada”, aventuras políticas, intelectuais e eróticas envolvendo personagens como Che Guevara e Ernest Hemingway. 

Publicado dez anos após a morte de Cabrera Infante (1929-2005), o romance  reconstitui o biênio 1957-59, decisivo em sua vida e na história de Cuba. Inicialmente um apoiador da Revolução, tornou-se, já nos anos 1960, um dos grandes desafetos de Fidel Castro .

O Brasil aparece no relato da viagem que fez acompanhando a comitiva de Fidel em 1959. Ele relembra passeios de bonde no Rio, um show da cantora Maysa em São Paulo e aventuras amorosas. 

R$87,90
Comprar
o velho e o mar

O VELHO E O MAR

Hemingway (1899-1961) não só foi para Cuba como ficou 10 anos por lá. Foi em sua casa em Havana  que o escritor estadunidense  escreveu seu último livro publicado em vida e talvez o mais célebre: O velho e o mar (1952). Vencedor do prêmio Pulitzer em 1953, o romance narra o embate entre o velho pescador Santiago e um peixe descomunal de quase 700 quilos.

Hemingway disse a seu editor que aquilo era “o melhor que ele podia escrever” em toda a sua vida. Para muitos críticos, a obra-prima do autor pode ser lida como uma metáfora de seu processo artístico e da dificuldade de alcançar o reconhecimento. 

Patrick Hemingway, filho do escritor, afirmou ao jornal The New York Times que uma das razões da depressão do pai, que culminaria em seu suicídio, em 1961, foi ter sido obrigado a deixar Cuba quando os EUA romperam relações diplomáticas com a ilha.

trilogia suja de havana
R$69,90
Comprar

TRILOGIA SUJA DE HAVANA

Composta por relatos curtos, Trilogia suja de Havana parte de experiências pessoais do autor para contar histórias de prostitutas, gigolôs, mendigos, homossexuais e contrabandistas — personagens à margem do ideal revolucionário.

Com linguagem direta, Gutiérrez nos conduz por uma Havana sensual, contraditória, perigosa e fascinante, marcada pela crise econômica, o desencanto e a luta pela sobrevivência.

R$69,90
Comprar
cartas para a minha mae
R$29,00
Comprar

CARTAS PARA A MINHA MÃE

Vencedora de diversos prêmios literários, como o Casa de las Américas, a escritora, atriz, contadora de histórias e assistente social deu voz, em seu romance de estreia, às meninas negras, tão pouco representadas na literatura cubana.

Em Cartas para a minha mãe, lançado em 1997, uma garota  escreve para a mãe já morta, compartilhando anseios, dores e episódios cotidianos em que é vítima do racismo, inclusive da própria família.

R$29,00
Comprar
o homem que amava os cachorros
R$109,00
Comprar

O HOMEM QUE AMAVA OS CACHORROS

Um dos escritores mais lidos e premiados da América Latina, Padura viu sua carreira ser catapultada com este thriller histórico.

Reunindo pesquisa rigorosa e ficção envolvente, este romance ambientado em Cuba no ano de 2004  é narrado por Iván, um aspirante a escritor que se debruça sobre o assassinato de Trótski.

A partir de encontros com um homem misterioso que compartilha detalhes sobre o assassino do revolucionário bolchevique, Iván analisa as revoluções Espanhola, Russa e Cubana, ao mesmo tempo que relata suas experiências na Cuba moderna.

R$109,00
Comprar
nunca vai embora
R$47,90

Fora de estoque

NUNCA VAI EMBORA

Lançado em 2011, Nunca vai embora faz parte da coleção Amores Expressos, que enviou 16 escritores brasileiros a diferentes cidades do mundo com o objetivo de escrever histórias de amor. O paulistano Chico Mattoso foi um deles! Passou 30 dias em Havana para escrever este romance.

Na trama, um jovem dentista viaja para Cuba com a namorada cineasta para filmar um documentário na cidade. Quando ela desaparece misteriosamente, ele começa a transitar por uma Havana não turística, descrita com humor e melancolia. 

R$47,90

Fora de estoque
nocaute
R$20,00
Comprar

NOCAUTE: 6 POETAS / CUBA / HOJE

“Há poetas que ganham por pontos e poetas que ganham por nocaute. Há poetas passivos que esperam que uma correnteza os carregue e outros que fazem barulho e estardalhaço em meio à mais presunçosa dela”, define o poeta José Ramón Sánchez na introdução desta coletânea que ele organizou.

Com poemas do próprio Sánchez e também de Oscar Cruz, Jamila Medina Ríos, Javier L. Mora, Legna Rodríguez Iglesias e Pablo De Cuba, esta edição bilíngue apresenta a mais jovem e ativa geração de poetas da ilha. 

R$20,00
Comprar
México Ver lista

Nosso novo destino é o hermano mais ao norte, o México. Sempre lembrado por aqui como o palco do tri mundial e de vez em quando pela pimenta, pela tequila e pelo mescal, hoje será também por algo que não fica nada atrás desses outros feitos, muito pelo contrário: sua literatura.

O México, antes de ser México, abrigou algumas das mais incríveis civilizações pré-colombianas. Localizado entre o Pacífico e o Golfo do México, o segundo maior país da América Latina faz fronteira ao norte com os Estados Unidos. E não é qualquer coisa fazer fronteira com o país mais poderoso do mundo. Há uns anos, Trump (sim, quem mais...), para evitar a imigração, ergueu um muro “barra-estrangeiro”. Uma parte do muro ruiu na semana passada, o Trump ruiu (ele todo) no ano passado, mas o México segue tão firme como a Pirâmide do Sol, em Teotihuacán. 

O intercâmbio do México com o resto do mundo é intenso faz tempo. No fim dos anos 1930, abrigou escritores e intelectuais que fugiam da ascensão de regimes totalitários na Europa. Foi lá que André Breton e Leon Trótski escreveram juntos o “Manifesto por uma arte revolucionária independente”. Graham Greene também passou por lá, assim como anos antes D. W. Lawrence – mas aí era outra turma e outra história.

Hoje, vamos conhecer um México diverso e curioso, como apresentado nas fotografias de Manuel Álvarez Bravo e nas páginas de Juan Rulfo, Octavio Paz, Valeria Luiselli, Juan Pablo Villalobos, Guadalupe Nettel, Margo Glantz e também do chileno Roberto Bolaño.

E como um dos costumes mexicanos mais conhecidos é homenagear seus mortos com grandes festas, não podemos deixar de celebrar Alfonso Reyes, Rosario Castellanos, Carlos Monsiváis, Carlos Fuentes e Sergio Pitol. Um brinde a todos eles: “arriba, abajo, al centro y adentro!”.

Prontos para embarcar?

sor joana_octavio paz
R$129,00
Comprar

SOR JUANA DE INÉS DE LA CRUZ OU AS ARMADILHAS DA FÉ

Com o talento e a maestria que são marcas de sua obra, Octavio Paz (1914-1998) se debruça sobre a vida dessa personagem extraordinária: a freira poeta Juana Inés de la Cruz.

Considerada a primeira escritora de língua espanhola da América, a freira vanguardista compôs poemas e comédias teatrais e ousou defender o direito da mulher à educação, entre outros feitos. . 

Para contar essa história, o Nobel de Literatura mistura ensaio, biografia, antropologia e crítica literária.

R$129,00
Comprar
pedro_alamo
R$44,90
Comprar

PEDRO PÁRAMO 

Publicado em 1955, Pedro Páramo é considerado um marco da literatura latino-americana e um divisor de águas na literatura mexicana.

A trama gira em torno da promessa que Juan Preciado fez à mãe quando ela estava no leito de morte: procurar o pai, Pedro Páramo, um lendário assassino. Conciso e narrado por diversas vozes, o romance transita entre o regionalismo e o realismo fantástico.  

Apesar da obra enxuta – escreveu apenas um livro de contos e dois romances –, Juan Rulfo (1917-1986) é tido como um dos maiores escritores mexicanos. Recebeu o Prêmio Nacional de Literatura do México, em 1970, e o Prêmio Príncipe das Astúrias, em 1983.

R$44,90
Comprar
fotopoesia
R$90,00
Comprar

FOTOPOESIA

Considerado o mais importante fotógrafo mexicano do século XX, Manuel Álvarez Bravo (1902-2002) explorou vários temas, sempre em busca de captar a realidade de seu país. 

Seu trabalho dialoga com diversos movimentos artísticos dos anos 1930, período em que artistas e intelectuais europeus migraram para o México.

Fotopoesia reúne 374 imagens de Bravo, entre cenas rurais e urbanas, naturezas-mortas e retratos de artistas como Juan Rulfo, Octavio Paz e Frida Kahlo. O livro conta ainda com ensaios assinados pelos romancistas John Banville e Carlos Fuentes.

R$90,00
Comprar
arquivo das crianças
R$77,90
Comprar

O ARQUIVO DAS CRIANÇAS PERDIDAS

A crise migratória está no centro da discussão deste romance, que oferece um olhar empático e humano à questão. Problemas familiares e políticos se misturam na road trip de uma família que vai de Nova York à terra dos Apaches no Arizona. Pelo rádio do carro chegam diariamente notícias de crianças e jovens que cruzam a fronteira do México para os Estados Unidos e acabam presos ou perdidos no deserto.

 

R$77,90
Comprar
2666
R$77,90
Comprar

2666

Não, não trocamos as bolas: Roberto Bolaño (1953-2003) era chileno, mas viveu a adolescência no México, onde se passa boa parte de suas histórias. Ele volta a sua terra natal pouco antes do golpe que depôs Salvador Allende. E, em 1977, muda-se para a Espanha, país em que inicia sua carreira literária. 

2666 é, para muitos, não apenas sua maior obra como também o grande romance em língua espanhola de seu tempo. Lançado um ano após a morte de Bolaño, esse calhamaço de quase 900 páginas carrega o realismo e o sarcasmo característicos do autor.  

O livro é composto por cinco romances interligados por duas tramas centrais: uma série de assassinatos de mulheres na fronteira México-Estados Unidos e a busca por um recluso escritor alemão.

R$77,90
Comprar
ninguém precisa acreditar em mim
R$57,90
Comprar

NINGUÉM PRECISA ACREDITAR EM MIM 

Vencedor do Prêmio Herralde de Novela em 2016, este romance de traços autobiográficos conta a história do jovem mexicano Juan Pablo, que antes de partir para um doutorado na Espanha é convocado para uma reunião com narcotraficantes – o que se mostrará fatal para a sua viagem.

Villalobos constrói uma trama hilária e absurda, repleta de personagens excêntricos, misturando narração em primeira pessoa, cartas da mãe do estudante e trechos do diário da namorada do protagonista.

R$57,90
Comprar
o corpo em que nasci
R$34,50
Comprar

O CORPO EM QUE NASCI

“E se alguém se crê normal, será melhor que se apresse a esconder as antenas”, diz Juan Pablo Villalobos (olha ele aqui de novo!) na apresentação deste livro que, também ele, mescla realidade e ficção.

Nettel se inspira na própria trajetória para descrever acontecimentos da infância e da adolescência que foram cruciais para a construção de sua personalidade. Na origem de seu sentimento de inadequação está uma mancha no olho que borra tudo o que enxerga.

R$34,50
Comprar
e por olhar tudo
R$45,90
Comprar

E POR OLHAR TUDO, NADA VIA

Autora de mais de 25 livros, Margo Glantz é uma figura central da intelectualidade mexicana. Foi professora visitante em universidades como Harvard, recebeu bolsas como a Guggenheim e diversos prêmios literários, entre eles o Sor Juana de la Cruz (2003).

Constituído por um único parágrafo que se estende por mais de 200 páginas, E por olhar tudo, nada via apresenta um mosaico de notícias, memórias e emoções que nos convidam a refletir sobre a enxurrada de informação e discursos a que somos submetidos diariamente.

Glantz coloca numa mesma página aforismos de Kafka e feminicídios no México; o terror do Estado Islâmico e os vícios do ator Charlie Sheen; a extinção das abelhas e a descoberta de um sistema solar próximo ao nosso. 

R$45,90
Comprar
Brasília Ver lista

Próximo destino: Brasília. Apesar da pouca idade, a capital federal mereceria umas três voltas ao mundo para que conseguíssemos dar conta de suas histórias. 

Sua idealização é antiga e custou muitos e muitos anos para tomar forma. A narrativa histórica, por exemplo, incluiria José Bonifácio, Dom Bosco e Louis Ferdinand Cruls, que no fim do século XIX chefiou a missão exploratória da região.

Outra narrativa é a da sua construção: o traçado de Lúcio Costa -- que, cruzando dois eixos, deu forma à cidade --, os edifícios de Niemeyer, os jardins de Burle Marx, as fotos de Gautherot. Essa Brasília, esse “monumento no Planalto Central do país”, foi inaugurada em 21 de abril de 1960. Quatro anos mais tarde, o país sofreria o golpe militar que instituiu uma ditadura que duraria duas décadas. A cidade foi especialmente marcada pelos anos de chumbo e a resistência se deu em várias frentes. Nos últimos anos da ditadura, jovens de Brasília foram fundamentais na criação do rock nacional, e seu maior expoente virou um ícone: Renato Russo. Pergunte a alguém que viveu os anos 1980 se não sabe de cor as canções do Legião Urbana. Essa é uma outra forma de narrar Brasília, sua beleza e sua miséria.

Disseram na Câmara

Quem não estiver seriamente preocupado e
perplexo
não está bem informado

Os versos soam familiares? Pois foi muito antes do atual governo que o arguto Chico Alvim lançava em versos essas pérolas cotidianas tão nossas. Aliás, a crise sanitário-política que se alastrou pelo Brasil e tem Brasília como epicentro também já foi narrada em livro.

Sim, a gente pode contar Brasília pela política, em ensaio, romance, HQ ou poesia. A cidade em forma de avião, dona de um céu conhecido pela beleza, que reúne gente do país inteiro, do mundo todo, pode ser contada e cantada de várias formas. É hora de você escolher a sua!

cidade livre
R$59,90
Comprar

CIDADE LIVRE

“Brasília é um romance digno de ser contado”, dizia a frase retirada de um dos cadernos em que o pai de João Almino registrava sentenças de estrangeiros que visitavam a cidade em construção. Almino então contou essa história. 

Finalista dos prêmios Jabuti e Portugal-Telecom 2011, seu quinto romance ambientado em Brasília toma emprestado o nome da área criada para receber os candangos — como eram chamados os trabalhadores que construíram a cidade.

Na trama, um jornalista resgata memórias de infância em conversas com o pai, que está à beira da morte. Há descrições detalhadas de eventos que precederam a inauguração da capital e uma fauna variada de personagens como empreiteiros, operários, místicos e políticos.

R$59,90
Comprar
monumentabilidade e sombra
R$45,00
Comprar

MONUMENTALIDADE E SOMBRA

Vistas as fundações, passemos à arquitetura. Em sua tese, Heloisa Espada analisa um conjunto de imagens do eixo monumental de Brasília feitas pelo fotógrafo francês Marcel Gautherot no início da década de 1960.

Gautherot foi o principal documentarista e divulgador da arquitetura moderna brasileira, com imagens publicadas em revistas do mundo todo nos anos 1950-1960. Para Lúcio Costa, ele era o “mais artista” dos fotógrafos.

Em Monumentalidade e sombra, Espada  examina o sentido épico das imagens e suas diversas camadas de significados. De acordo com a autora, as sombras e vazios presentes nas fotos dialogariam com o teor melancólico de narrativas literárias e críticas sobre a “capital da esperança”.

 

R$45,00
Comprar
o filho da revolucao

RENATO RUSSO: O FILHO DA REVOLUÇÃO

Nascidos no mesmo ano, Renato Russo (1960-1996) e Brasília se conheceram quando, aos 13 anos, o futuro líder do Legião Urbana se mudou do Rio para a capital federal. A adolescência de Renato na jovem Brasília durante a ditadura militar revela muito da gênese de um dos maiores ídolos da música brasileira. 

Essa minuciosa biografia é fruto de mais de nove anos de pesquisa e centenas de entrevistas com amigos, parentes e artistas que conviveram com Renato Russo. Além de contar em detalhes a vida do músico, Marcelo retrata o ambiente político e cultural do Brasil nos anos de chumbo e o surgimento  do rock nacional. 

um grande acordo nacional
R$60,00
Comprar

UM GRANDE ACORDO NACIONAL

Nesta narrativa gráfica, o jornalista Robson Vilalba reconstitui em quadrinhos momentos decisivos para a queda da primeira presidenta do Brasil e a consequente ascensão da extrema direita.

Com traços torcidos e propositalmente desconfortáveis, o autor retoma cenas da operação Lava Jato, da trajetória da jurista Janaína Paschoal e do deputado Eduardo Cunha, culminando no impeachment de Dilma Rousseff.

R$60,00
Comprar
apague a luz se for chorar
R$59,90
Comprar

APAGUE A LUZ SE FOR CHORAR

O romance de estreia da goiana (radicada em Brasília) combina suspense, ação e delicadeza. A história é narrada, em capítulos alternados, por Cecília e João, ambos às voltas com questões financeiras e a finitude da vida.

Ela é uma jovem desempregada que retorna à cidade natal no interior do Centro-Oeste para enterrar os pais. Ele é um pai solteiro em busca de outras formas de ganhar dinheiro para custear o tratamento do filho com paralisia cerebral.

R$59,90
Comprar
guerra a saude
R$49,00
Comprar

GUERRA À SAÚDE

Ciúme. Esta seria a principal razão do rompimento entre Bolsonaro e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, segundo Ugo Braga, diretor de comunicação do Ministério da Saúde na gestão Mandetta. 

Os bastidores das crises sanitária e política provocadas pela chegada do novo coronavírus ao Brasil estão em Guerra à Saúde, no qual Braga também descreve reuniões, debates acalorados e personagens na mira da imprensa e da CPI da Covid em 2021.

R$49,00
Comprar
80 anos chico alvim
R$30,00
Comprar

FRANCISCO ALVIM, 80 ANOS

Nascido em Araxá (MG), Chico Alvim viveu boa parte da vida no Rio de Janeiro e, como diplomata, representou o Brasil em países como França e Costa Rica, até que em 2011 se estabeleceu em Brasília – cidade cujo céu e cuja luz o inspiram. 

Lançada em 2018 em homenagem aos 80 anos de vida de Alvim, esta breve antologia reúne poemas de todos os livros de um dos mais importantes poetas da geração mimeógrafo. 

R$30,00
Comprar
Chile Ver lista

Chegamos ao Chile, único país sul-americano, além do Equador, a não fazer fronteira com o Brasil. 

“Devolva o Neruda que você me tomou e nunca leu” – quem nunca escutou esses versos de “Trocando em miúdos”, de Chico Buarque? No início dos anos 1970, quando o Brasil vivia os piores anos da ditadura militar, o Chile era o destino de muitos exilados, animados com o governo de Salvador Allende. Foi por essa época, em 1971, que o poeta chileno Pablo Neruda ganhou o Nobel de Literatura, sendo festejado como parte dos bons ventos chilenos desse começo de década, logo transformados em tempestade pelo golpe sangrento de Pinochet.

Espremido entre a Cordilheira dos Andes e o oceano Pacífico, o Chile tem deserto e tem geleira, tem mar, tem lagos e vulcões. Sua literatura e sua vida intelectual refletem essa multiplicidade, assim como mostram as cicatrizes deixadas pelo período pinochetista.

Para caminhar por esse território de cerca de 4,3 mil quilômetros de extensão norte-sul e apenas 200 quilômetros de leste a oeste, acabamos deixando muita gente boa de fora, como Roberto Bolaño, que, apesar de ter vivido muitos anos fora de seu país natal, era chileno – seu Noturno do Chile, entre outros livros, não nos deixa esquecer disso.

Começamos com os poemas de Gabriela Mistral e de Nicanor Parra. De lá, vamos aos prosadores da nova geração: Alejandro Zambra, Nona Fernández, Alejandra Costamagna e Lina Meruane. Depois deles, celebramos o encontro de uma das maiores escritoras chilenas em atividade, Diamela Eltit, com a célebre fotógrafa Paz Errázuriz (que, aliás, aos 76 anos, registrou com sua câmera as manifestações chilenas recentes).

Boa viagem (e devolva o Neruda, mas não antes de ler!).

balada da estrela e outros poemas

BALADA DA ESTRELA E OUTROS POEMAS

Primeiro nome da América Latina a ganhar o Nobel de Literatura notícia que recebeu quando morava em Petrópolis, aqui no Brasil, em 1945 , Gabriela Mistral (1889-1957) conciliava a criação literária com sua carreira nas áreas de educação e de diplomacia.

Esta coletânea de poemas oferece às crianças um primeiro encontro com a sua poesia musical, cheia de ternura e de vida.

so para maiores de cem anos
R$62,00
Comprar

SÓ PARA MAIORES DE CEM ANOS

Outro dos maiores poetas do Chile, Nicanor Parra (1914-2018) revolucionou a literatura de seu país e influenciou gerações de escritores em todo o mundo com sua antipoesia uma poesia mais próxima à língua cotidiana, falada nas ruas, subversiva e provocadora. 

Recebeu prêmios como Reina Sofía de Poesia Iberoamericana em 2001 e o Miguel de Cervantes em 2011, e foi diversas vezes indicado ao Prêmio Nobel de Literatura. Ah, tem mais: o talento é de família. Era irmão da grande cantora Violeta Parra (1917-1967).

Primeira grande antologia do poeta publicada no Brasil, esta edição bilíngue reúne 75 poemas de seus principais livros, como Poemas e antipoemas, até hoje considerado um marco da poesia sul-americana.

R$62,00
Comprar
multipla escolha_zambra
R$29,90
Comprar

MÚLTIPLA ESCOLHA

Um dos escritores chilenos contemporâneos mais aclamados pelo público e pela crítica internacional, Zambra é conhecido por combinar em sua obra indignação, humor e delicadeza. Aqui ele trata de temas que desafiam a sociedade, como a desigualdade, a memória e a educação. 

Tudo é feito através de fragmentos líricos e exercícios de linguagem criados a partir da estrutura da Prova de Aptidão Verbal, aplicada de 1966 a 2002 aos candidatos a vagas em universidades no Chile. O resultado é um livro de estilo único.

R$29,90
Comprar
space invaders

SPACE INVADERS

Não, não estamos falando do clássico jogo de Atari lançado em 1978. Mas também não é mera coincidência que o livro pegue seu nome emprestado. Alusões ao videogame atravessam a narrativa sobre a memória de uma geração de crianças que cresceu sob a repressão da ditadura militar de Pinochet.

Saem de cena os choques entre humanos e invasores espaciais, entram os conflitos entre opositores e regime. Um grupo relembra uma amiga de infância desaparecida que, só agora descobrem, era filha de um funcionário de alto escalão do governo. A cantora e escritora Patti Smith é fã e afirma: “Uma pequena joia de livro”.

impossivel sair da terra
R$48,00
Comprar

IMPOSSÍVEL SAIR DA TERRA

Com dez contos e uma novela, este livro mostra por que Costamagna é um dos principais destaques da literatura latino-americana contemporânea. É no relato curto que ela se supera.

Escritas numa prosa precisa e delicada, as histórias de Costamagna são cheias de referências internas. Mas seu principal elemento comum é que elas aproximam o leitor da natureza estranha da vida, em suas surpresas e contradições.

R$48,00
Comprar
sistema nervoso
R$65,90
Comprar

SISTEMA NERVOSO

Um romance sobre nossa instabilidade como seres vivos e o sentimento de perda. Na trama, uma pesquisadora radicada nos Estados Unidos vê os esforços dedicados a sua tese de astronomia serem interrompidos quando descobre que está doente. 

Sua doença é apenas a primeira de tantas outras que são exploradas no livro: a de seu casamento, de sua relação com a família que está longe, as do país em que vive e do país de onde veio.

R$65,90
Comprar
o infarto da alma
R$84,50
Comprar

O INFARTO DA ALMA

Um dos grandes fotolivros latino-americanos do século XX, O infarto da alma reúne a fotógrafa Paz Errázuriz e a escritora Diamela Eltit, autora de Jamais o fogo nunca e do recém-lançado Forças especiais

Com imagens e palavras, o registro dos casais formados no hospital psiquiátrico Philippe Pinel, em Putaendo, desafia as tradicionais representações da loucura e do amor, que, em comum, têm “tendência a se fundir, a se confundir com o outro”.

R$84,50
Comprar
neruda antologia
R$69,90
Comprar

ANTOLOGIA POÉTICA

Acharam que a gente ia deixar Pablo Neruda (1904-1973) de fora? Esta Antologia poética recém-lançada fecha a nossa lista, que, vejam só, começou com outra poeta vencedora do Nobel.

A edição bilíngue reúne poemas desde o seu primeiro livro, Crepusculario (1923), até Las manos del día (1968), e inclui prefácio de Jorge Edwards, escritor, diplomata e amigo pessoal do poeta, além de breve cronologia da vida e da obra de Neruda, feita pela escritora e crítica literária Margarita Aguirre.

R$69,90
Comprar
Colômbia Ver lista

O terceiro destino da nossa Volta ao Mundo é o mais populoso entre os países de língua espanhola da América do Sul. No comecinho do século 19, Alexander von Humboldt, o famoso naturalista alemão, impressionou-se com sua diversidade de fauna e flora. Presença frequente no noticiário recente por causa das manifestações que, em maio de 2021, vêm mobilizando os mais jovens e sendo duramente reprimidas pelas forças policiais, a Colômbia é tão diversa quanto os livros lá produzidos.

Uma pequena amostra está na seleção que preparamos. Afinal, a Colômbia tem oceano Pacífico, tem mar do Caribe e tem floresta amazônica, assim como tem Shakira, Uribe-Holguín, Botero e Gabriel García Márquez. Mas vêm da Colômbia também autores como Laura Restrepo, William Ospina e Fernando Vallejo – para lembrar escritores que poderiam estar na nossa seleção e que também merecem ser visitados.

Na impossibilidade de embarcar e subir o rio Magdalena, tentamos resgatar, através de sete livros, esse país múltiplo, complexo e, apesar de vizinho, pouco conhecido. O cartão de visitas é Gabo, mas não o de Cem anos de solidão ou de O amor nos tempos do cólera: é com O outono do patriarca que damos nossos primeiros passos em território colombiano. Seguimos pra Cali, onde se passa Viva a música!, clássico cult de Andrés Caicedo, e parte de Vírus tropical, HQ de Power Paola. Se tomamos o rumo oeste, chegamos ao cenário de A cachorra, de Pilar Quintana. Subindo em direção à porção caribenha -- e também a mais africana -- da Colômbia, chegamos à pequena Palenque (perto da tão famosa quanto bela Cartagena das Índias), onde se passa a delicada história Letras de carvão. E é de lá que partimos para a ilha de San Andrés, onde se desenrola Os cristais do sal, de Cristina Bendek. Fechando nosso giro, Angosta, narrativa distópica que Hector Abad situa numa capital imaginária e brutalmente desigual.

o outono do patriarca_alta
R$59,90
Comprar

O outono do patriarca

Em seu primeiro romance após Cem anos de solidão, Gabriel García Márquez (1927-2014) conta a história do ditador de um país incerto que, entre vários atos, canoniza sua mãe, nomeia o filho general no dia de seu nascimento e vende o mar a uma potência estrangeira.

Os delírios do tirano e sua decadência funcionam como uma alegoria, ainda hoje  muito atual, do autoritarismo na América Latina.

R$59,90
Comprar
virus tropical
R$54,90
Comprar

Vírus tropical

Uma das mais conhecidas ilustradoras latino-americanas, a equatoriana/colombiana Power Paola conta nesta HQ autobiográfica a história de sua família. Começa com o seu nascimento nada planejado, em Quito, no Equador, e se desenrola em Cali, na Colômbia, para onde se mudou na adolescência.

Com bom humor, inteligência e lindas ilustrações, Paola narra cenas de ciúme e companheirismo entre irmãs, conflitos entre pais e filhos, bullying na escola, primeiras descobertas sexuais e primeiros amores. 

R$54,90
Comprar
viva a musica
R$58,50
Comprar

Viva a música!

Seguimos em Cali. Dessa vez, quem conta a história é María del Carmen. Endinheirada, vaidosa, cheia de energia, apaixonada por salsa, rock, garotos e garotas, ela narra, neste livro que mistura reflexões e letras de música, seu mergulho no submundo de festas, sexo e drogas dos anos 1970.

O único romance de Caicedo (1951-1977) virou um sucesso cult, foi traduzido para diversos idiomas, adaptado para o cinema e eleito pelo jornal El Espectador o segundo livro mais importante da literatura colombiana no século 20, atrás apenas de Cem anos de solidão.

R$58,50
Comprar
a cachorra

A cachorra

Um dos destaques da Flip 2020, Pilar Quintana conquistou público e crítica com este breve romance sobre vidas marginalizadas, silenciamentos e dilemas da maternidade. Em um pequeno balneário no Pacífico colombiano, Damaris vive uma vida solitária, marcada por tragédias e pela frustração de não conseguir engravidar.

A decisão de adotar a cachorra da ninhada de uma vizinha faz aflorar emoções contraditórias e  detona uma série de transformações que levam Damaris a questionar se a chegada de Chirli contribuiu para sua vida entrar nos eixos ou perder o rumo de vez.

letras de carvao
R$41,80

Fora de estoque

Letras de carvão

No pequeno povoado de Palenque, onde quase ninguém sabe ler, uma menina se aventura a juntar letras e formar palavras para ajudar sua irmã a decifrar as cartas que recebe, abrindo um mundo de possibilidades para todos.

Baseada nas experiências da autora em oficinas ministradas em comunidades quilombolas e indígenas, este livro trata da possibilidade de alfabetizar e formar leitores respeitando e preservando suas tradições.

R$41,80

Fora de estoque
os cristais do sal

Os cristais do sal

Com este romance, nos afastamos bastante do continente e vamos parar em San Andrés, ilha no Caribe, hoje objeto de disputa entre Colômbia e Nicarágua.

Ao retornar a San Andrés, Victoria Baruq entra em contato com movimentos de afirmação da identidade raizal e histórias desconhecidas de sua família, o que a faz questionar sua relação com o lugar onde nasceu.

angosta_alta
R$64,90

Fora de estoque

Angosta

A história gira em torno do Gran Hotel La Comedia, uma pensão em uma capital fictícia da América Latina onde ricos e pobres são separados por uma grande muralha. Ali, vivem personagens como Jacobo, um dono de sebo desencantado, e Andrés, um jovem poeta que acredita poder mudar o mundo.

À medida que a segregação e a miséria crescem, aumenta a tensão entre os muitos que tentam sobreviver e os poucos privilegiados que desejam preservar o que chamam de ordem. Situada em um futuro indeterminado, a trama distópica é um alerta contundente para os perigos da crescente desigualdade social.

R$64,90

Fora de estoque
China Ver lista

O  segundo destino da nossa Volta ao Mundo é o país com a maior população da Terra. Cerca de 1,4 bilhão de habitantes ocupam o vasto território de climas variados e enorme diversidade da China. 

Nas últimas décadas, o gigante asiático assumiu importância política e econômica tal que cada passo seu no xadrez mundial é seguido com lupa. A verdade, contudo, é que esse país milenar sempre habitou o imaginário ocidental, e não são poucos os livros que falam disso.

Conhecida por sua cultura sofisticada, a China passou por grandes transformações com a implantação da República Popular da China, depois da revolução de 1949. As narrativas que chegam de lá falam das longas dinastias que governaram o país, mas também do impacto da revolução de Mao Tsé-tung.

Em 1989, o mundo assistiu ao Massacre na Praça da Paz Celestial, quando forças militares reprimiram brutalmente manifestantes que pediam liberdade e democracia. Nos últimos anos, testemunhamos um país que se agigantava economicamente se apequenar na repressão às liberdades individuais. E no fim de 2019, a China viu todos os holofotes apontarem para ela quando os primeiros casos do novo coronavírus foram reportados na cidade de Wuhan.

A distância de São Paulo a Pequim é de mais ou menos 18 mil quilômetros. Com a seleção que preparamos, esperamos encurtar essa lonjura e que, com essas leituras, você possa conhecer um pouco mais desse país complexo, fascinante, diverso e imenso.

os analectos
R$134,00
Comprar

Os Analectos

Antes de tudo, havia Confúcio. Nascido em 551 a.C., em uma região dominada por conflitos, o sábio vagou de reino em reino tentando, sem sucesso, convencer os governantes a abandonar as armas. Uma sociedade harmoniosa, em ordem e sem opressão, era um dos pilares de sua filosofia, que valorizava também a educação, a disciplina.

Os Analectos reúne os ensinamentos transmitidos pelos seguidores de Confúcio (551 e 479 a.C.) de geração em geração. Séculos após sua morte, o sistema de ideias conhecido como confucionismo passaria a nortear a sociedade chinesa. Traduzida diretamente do chinês arcaico para o português por Giorgio Sinedino, esta edição inclui comentários sobre os aforismos.

R$134,00
Comprar
na terra do cervo branco
R$119,00
Comprar

NA TERRA DO CERVO BRANCO

A queda da dinastia Qing, as disputas entre os partidos Nacionalista e Comunista, Segunda Guerra Mundial e a invasão japonesa, a onda de mudanças na China na primeira metade do século XX são  o pano de fundo deste romance. 

Através da história de duas famílias que se alternam no poder na planície que dá nome ao livro, este clássico da literatura chinesa moderna trata dos desafios e das estratégias de sobrevivência em meio a situações extremas.

R$119,00
Comprar
cisnes selvagens
R$49,90
Comprar

CISNES SELVAGENS

Filha de uma funcionária e de uma autoridade do Partido Comunista, a autora viu seus pais serem injustamente condenados como “sequazes do capitalismo”. A partir daí, ela, que aprendera a amar e cultuar Mao Tsé-Tung, e que inclusive havia se juntado à Guarda Vermelha, passou a questionar sua devoção ao líder.

Em Cisnes selvagens, Jung Chang mergulha nas memórias de sua avó, de sua mãe e dela mesma para lançar luz sobre as mudanças pelas quais a China passou desde os tempos feudais até a Revolução Cultural e como os acontecimentos atravessaram a vida dessas três gerações de mulheres de sua família.

R$49,90
Comprar
uma vida chinesa

UMA VIDA CHINESA

Virtuose do nanquim, o ilustrador chinês Li Kunwu conta, no primeiro volume dessa HQ autobiográfica realizada com o diplomata francês Philippe Ôtié, como foi crescer em meio às grandes reformas sociais promovidas por Mao Tsé-Tung.

Através da história de sua infância e adolescência, o narrador conta como  a revolução foi convertida em um período de perseguição e terror. Entre os episódios ilustrados estão, por exemplo, a humilhação pública de professores acusados de “pequeno-burgueses” e a invasão de salões de beleza para combater “cortes antirrevolucionários”.

as boas mulheres da china
R$37,90
Comprar

AS BOAS MULHERES DA CHINA

Entre 1989 e 1997, a jornalista Xinran entrevistou mulheres de diferentes idades e classes sociais, a fim de compreender a condição feminina na China moderna. Em um país onde a mídia funciona predominantemente como porta-voz do governo, a forma cautelosa e paciente de Xinran conversar com suas entrevistadas fez do seu programa de rádio um dos poucos espaços em que vozes antes silenciadas poderiam revelar seus medos e aspirações.

As boas mulheres da China reúne inúmeros desses relatos em torno de  vida íntima, violência familiar, opressão, homossexualidade, miséria e preconceito.

R$37,90
Comprar
viagem à américa do sul

VIAGEM À AMÉRICA DO SUL

Primeiro livro de Ai Qing (1910-1996) publicado por aqui, Viagem à América do Sul reúne os poemas de sua passagem pelo Brasil e pelo Chile no cinquentenário de Pablo Neruda, em 1954. Na viagem, Ai Qing esteve com Jorge Amado e Zélia Gattai, entre outros intelectuais.

Com tradução direto do chinês por Fan Xing, esta edição bilíngue organizada por Francisco Foot Hardman é uma bela oportunidade de entrar em contato com a obra de um dos maiores poetas da literatura moderna chinesa.

raiz
R$120,00
Comprar

AI WEIWEI RAIZ

Referência nas artes, na arquitetura e no ativismo, Ai Weiwei teve a quem puxar. É, vejam só, filho de Ai Qing. E, assim como o seu pai, entra na nossa lista com um registro de sua passagem pelo Brasil.
Fartamente ilustrado, Raiz apresenta – além das principais obras do artista conhecido (e perseguido pelo governo chinês) – suas criações junto a artesãos cearenses. Traz ainda textos inéditos sobre sua trajetória e suas experiências na América Latina, e duas entrevistas realizadas com ele por Marcello Dantas, curador da exposição de Weiwei em São Paulo, em 2018. Livro bilíngue, em português e inglês.

R$120,00
Comprar
Marte Ver lista

“Alô, alô, marciano, aqui quem fala é da Terra!”. Quem não se lembra do início da canção de Rita Lee e Roberto de Carvalho? Nosso primeiro destino é Marte! O segundo planeta mais próximo da Terra habita há muito tempo a imaginação dos terráqueos. Marte tem dias com pouco mais de 24 horas, tem ventos, nuvens, padrões climáticos sazonais e outras tantas características que nós conhecemos bem.

Em 18 de fevereiro de 2021, o rover Perseverance pousou no planeta vermelho, depois de mais de seis meses de viagem. As imagens que vêm de lá não só auxiliam as pesquisas científicas sobre a existência de vida em Marte como também nos fazem imaginar como seria essa vida. Pois agora os marcianos invadem as nossas estantes.

a caminho de marte
R$49,90
Comprar

A CAMINHO DE MARTE

Vencedor do Jabuti 2019, este livro reúne histórias da jornada de Gontijo do interior de Minas até a Nasa, um panorama das descobertas científicas mais recentes sobre o planeta vizinho, os bastidores da missão que enviou o Curiosity para lá em 2012 e também os desafios na exploração do espaço.

R$49,90
Comprar
as sereais de tita

AS SEREIAS DE TITÃ

Nenhum aviso é o bastante para preparar alguém para uma lavagem cerebral, um exército marciano e um encontro com estranhas criaturas. Com seu humor sarcástico, Vonnegut apresenta um romance que, por meio das desventuras de um homem pelo universo, trata de temas como livre-arbítrio e moralidade.

vida em marte

VIDA EM MARTE

Um intrépido astronauta tem certeza de que existe vida em Marte. Mas será que ele está mesmo certo? Para provar sua teoria, ele parte em uma missão solitária levando um pacote de deliciosos cupcakes de presente. Indicado para leitores a partir de 3 anos.

o tempo em marte

O TEMPO EM MARTE

O ano é 1994 e os terráqueos lutam para se estabelecer em um planeta inóspito. Morador de Marte há 10 anos, o técnico de manutenção Jack Bohlen vê sua rotina ser chacoalhada ao se envolver com um ganancioso líder sindical que o contrata para ajudá-lo a se comunicar com um garoto esquizofrênico e introspectivo, supostamente capaz de prever o futuro.

estrela vermelha
R$49,00
Comprar

ESTRELA VERMELHA

Neste livro, um cientista russo, e revolucionário bolchevique, é convidado por um camarada a fazer uma expedição a Marte. Lá encontra uma sociedade igualitária, baseada na propriedade coletiva, sem estratificação social ou alienação do trabalho, e descobre um segredo que pode selar o destino dos dois planetas.

Inédita no Brasil até 2020, esta ficção científica de 1908 combina a experiência de Bogdánov na política — o escritor atuou ao lado de Lênin — aos seus conhecimentos em diversas áreas científicas para construir o retrato de um outro mundo, em que a revolução socialista triunfa, o que serviria de guia para os terráqueos.

R$49,00
Comprar
a guerra dos mundos
R$39,90
Comprar

A GUERRA DOS MUNDOS

Clássico dos clássicos da ficção científica, este livro de 1898 narra uma tentativa marciana de conquistar a Terra e escravizar os terráqueos. Nada parece ser capaz de contê-los. Como resistir à invasão de seres tão superiores, com mentes e tecnologias mais evoluídas?

R$39,90
Comprar
a parabola do semeador

A PARÁBOLA DO SEMEADOR

Em um mundo arrasado por uma crise ambiental e econômica, dominado pelo terror, a filha de um pastor luta pela sobrevivência. O cenário é Marte? Não! Mas Lauren Olamina procura incansavelmente por uma alternativa ao inferno, seja aqui, seja em outro planeta.

A vida de Octavia Butler (1947-2006) também foi atravessada pelo planeta vermelho. Ela escreveu seu primeiro livro com apenas 12 anos, após ter visto A garota diabólica de Marte (1954). Decepcionada com o filme, ela se propôs a escrever narrativas muito melhores do que aquela. Tem mais: a Nasa acaba de homenageá-la batizando com o seu nome o local de pouso do Perseverance em Marte!