Buscar
0

Livros


Filtros

Filtros

Avise-me quando chegar

PRÉDIO DA ESCOLA DO JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO
Vários autores
Bei

0 avaliações

Projetado pelo arquiteto Henri Sajous, o prédio da Escola do Jockey Club de São Paulo foi erguido em 1952 para atender os filhos de sócios e funcionários do clube de turfe paulistano. Depois do fim da Escola do Jockey, o edifício abrigariaoutras instituições de ensino e seria palco de festas, eventos e filmagens. Recentemente, após quase uma década de abandono, o prédio foi tombado como patrimônio público e será revitalizado por meio da instalação de um centro cultural – numprojeto assinado por Paulo Mendes da Rocha. Este livro apresenta um ensaio fotográfico de Carol Quintanilha, que registra o prédio antes da intervenção, mostrando como ele guardou as marcas de sua história e de seus usos, e textos sobre sua inserção no turbulento tecido urbano da marginal Pinheiros. Afinal, “o recanto da cidade vocacionado para ser um não lugar”, como nota Fernando Serapião, autor de um dos textos do volume, “está prestes a se ver transformado num lugar”. Também colaboram em Prédio da Escola do Jockey Club de São Paulo Silvio Oksman, Marina Frúgoli e Mauro Calliari.

  • Seção
    Arquitetura/Urbanismo
  • Ano de edição
    2020
  • Páginas
    140
  • Encadernação
    BROCHURA
  • ISBN
    9788578501563
  • Peso
    500 gr
  • Palavras-chave
    Arquitetura, Cidade, Fotografia

Descrição

Projetado pelo arquiteto Henri Sajous, o prédio da Escola do Jockey Club de São Paulo foi erguido em 1952 para atender os filhos de sócios e funcionários do clube de turfe paulistano. Depois do fim da Escola do Jockey, o edifício abrigariaoutras instituições de ensino e seria palco de festas, eventos e filmagens. Recentemente, após quase uma década de abandono, o prédio foi tombado como patrimônio público e será revitalizado por meio da instalação de um centro cultural – numprojeto assinado por Paulo Mendes da Rocha. Este livro apresenta um ensaio fotográfico de Carol Quintanilha, que registra o prédio antes da intervenção, mostrando como ele guardou as marcas de sua história e de seus usos, e textos sobre sua inserção no turbulento tecido urbano da marginal Pinheiros. Afinal, “o recanto da cidade vocacionado para ser um não lugar”, como nota Fernando Serapião, autor de um dos textos do volume, “está prestes a se ver transformado num lugar”. Também colaboram em Prédio da Escola do Jockey Club de São Paulo Silvio Oksman, Marina Frúgoli e Mauro Calliari.

Informação adicional

Peso 0.5 kg
Dimensões 25.5 × 31.2 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “PRÉDIO DA ESCOLA DO JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros livros de Vários autores